Laboratório Santa Fé

Instruções

Alguns exames necessitam de um preparo diferenciado para que durante a análise não sofram alterações, podendo levar à falsos resultados, devido a alguns cuidados não serem tomados nos momentos que precedem a coleta de material.

A coleta de sangue para exames de rotina deve ser realizada pela manhã, antes da realização de exercícios físicos.

  • Tempo de jejum;
  • Crianças em fase de amamentação, recomenda-se jejum de 1 a 3 horas ou no intervalo entre as mamadas;
  • Crianças até 5 anos, recomenda-se jejum de 3 a 4 horas;
  • Crianças maiores de 5 anos podem seguir o jejum indicado para adultos;
  • Adultos: o jejum deve ser realizado conforme orientação médica, o Laboratório Santa Fé indica jejum de 12 horas para o exame de triglicerídeos, 10 a 12 horas para glicose, e demais exames o jejum não necessário, mas ideal de 4 horas.
COPROLÓGICO FUNCIONAL

- Deve-se incluir à dieta habitual os seguintes alimentos:
Leite com pequena quantidade de café; açúcar a vontade; pão, torrada e manteiga; carne de gado mal passada; ovo cozido; arroz, feijão e massas; maçã ou banana; legumes e verduras cruas; água a vontade.

- Realizar a coleta no quarto dia, tomando cuidado para que as fezes não encostem na água ou urina.

- Encaminhar imediatamente as fezes para o Laboratório.

- Crianças e adolescentes até 12 anos não necessitam realizar a dieta, seguir orientação médica.

- Nos 3 dias que antecedem a coleta deve-se evitar o consumo de café em excesso, bebidas gasosas e alcoólicas, antiácidos, medicação para cólica ou gases, óleo mineral ou laxantes.

- Caso a mulher esteja no período menstrual, aguardar 48 horas do término para coletar a amostra de fezes.

ESCARRO

Uma boa amostra de escarro é que provém da arvore brônquica, devendo ter um volume compreendido entre 5 e 10 ml.

As amostras devem ser coletadas em local com pressão negativa de ar, aberto ao ar livre ou em sala bem arejada, de forma espontânea ou induzida, através de nebulização com uma solução salina hipertônica (3-5%).

As amostras clínicas devem ser, preferencialmente, enviadas e processadas no laboratório imediatamente após a coleta.

Orientações necessárias:

- Escovar os dentes somente com água (não utilizar creme dental) e enxaguar a boca várias vezes, inclusive com gargarejos.

- É importante que o material coletado seja escarro e não saliva que não é o material para realização do exame.

- Colher somente uma amostra por dia, sendo o primeiro escarro da manhã antes da ingestão de alimentos.

- O frasco da coleta deve ser tampado e colocado em um saco plástico com a tampa para cima, cuidando para que permaneça nessa posição.

- Lavar as mãos após este procedimento.

- Para o transporte de amostras deve-se considerar a proteção contra a luz solar e o acondicionamento adequado para que não haja risco de derramamento.

Procedimento:

- Rspirar fundo várias vezes e tossir profundamente.

- Recolher a amostra em um frasco de boca larga estéril fornecido pelo laboratório.

- Caso haja algum respingo na parte externa lavar e enxugar o frasco.

ESPERMOCULTURA

Higienizar as mãos e a genitália. O sêmen deverá ser coletado por meio de masturbação e todo o volume ejaculado deve ser depositado no frasco fornecido pelo Laboratório. Não é necessário abstinência sexual.

As amostras NÃO devem ser coletadas de sêmen contido em preservativos, através de coito interrompido, em frascos não fornecidos pelo Laboratório. A coleta não deve ser realizada quando houver uso de antibióticos, aguardar 7 dias após o termino do tratamento.

ESPERMOGRAMA

O paciente deve realizar abstinência sexual (relação sexual/masturbação) por, no mínimo 3 dias, ou conforme orientação médica.

Higienizar as mãos e a genitália. O sêmen deverá ser coletado por meio de masturbação e todo o volume ejaculado deve ser depositado no frasco fornecido pelo Laboratório. Não é necessário abstinência sexual.

As amostras NÃO devem ser coletadas de sêmen contido em preservativos, através de coito interrompido, em frascos não fornecidos pelo Laboratório. A coleta não deve ser realizada quando houver uso de antibióticos, aguardar 7 dias após o termino do tratamento.

A coleta deve ser realizada em nossa Unidade Matriz, situada à Rua Maria Angélica Almeida, nº 128, em Capinzal.

MICOLÓGICO

Para coleta de fungos deve-se suspender o uso de antifúngicos ou de medição tópica como, pomadas, cremes e loções, no mínimo 3 dias antes da coleta do material.

- Pele: é permitido lavar-se antes da coleta, evitando molhar ou esfregar o local da lesão e o uso de sabonetes antifúngicos.

- Couro Cabeludo: não lavar os cabelos no dia da coleta.

- Mãos e pés: lavar com água e sabão neutro, sem escovação no dia da coleta. Usar sapatos fechados na ida ao laboratório para evitar a contaminação externa.

- Unhas: as unhas devem ser lavadas com água e sabão neutro, não devem ser cortadas, limpas ou esmaltadas (esmalte ou base). O esmalte deve ser retirado 3 dias antes da coleta.

PACIAL DE URINA

Coletar preferencialmente a primeira urina da manhã, ou com pelo menos 4 horas da última vez que urinou.

O processamento laboratorial deve ser feito dentro de duas horas ou as amostras deverão permanecer refrigeradas a 4°C o menor tempo possível.

Adultos (sexo feminino):

- Remover toda a roupa da cintura para baixo e sentar no vaso sanitário.

- Separar as pernas tanto quanto for possível.

- Afastar os grandes lábios com uma das mãos e continuar assim enquanto fizer a higiene e coleta do material.

- Usar uma gaze ou algodão com água para lavar-se da frente para trás e certificar-se que está limpando por entre as dobras da pele, o melhor possível.

- Continuar afastando os grandes lábios para urinar.

- O primeiro jato de urina deve ser desprezado no vaso sanitário.

- Colher o jato médio urinário no frasco de boca larga estéril, fornecido pelo laboratório.

- Não encher o frasco, coletar aproximadamente um pouco a mais que a metade.

- Desprezar o jato final da urina.

- Fechar bem o coletor e caso haja algum respingo de urina na parte externa lavar e enxugar o frasco coletor.

Adultos (sexo masculino):

- Fazer rigorosa antissepsia do genital com água, afastando o prepúcio.

- Desprezar o 1º jato urinário.

- Colher o jato médio urinário no frasco de boca larga estéril, fornecido pelo laboratório.

- Não encher o frasco, coletar aproximadamente um pouco a mais que a metade.

- Desprezar o jato final da urina.

- Fechar bem o coletor e caso haja algum respingo de urina na parte externa lavar e enxugar o frasco coletor.

Crianças:

- Lavar as mãos e calçar luvas de procedimentos.

- Antissepsia rigorosa prévia dos genitais com água com auxílio de um algodão ou gaze e posterior secagem com gaze estéril.

- Ideal jato médio, bem indicado em crianças que urinam sob comando, usado também em lactentes.

- Em lactentes em que não se consegue colher através do jato médio, deve-se usar o coletor de urina, porém ele deve ser substituído a cada duas horas e a cada troca a antissepsia deve ser refeita.

Coleta de urina de pacientes com sonda:

- Antes de colher a urina, a sonda deve ser mantida fechada por um período de 1 a 2 horas.

- Fazer antissepsia no dispositivo da sonda com álcool 70%.

- Coleta de 30 a 60 mL de urina, em frasco de boca larga estéril, com uso de agulha e seringa estéreis.

- Não deve ser usada a urina contida na bolsa coletora.

URINA DE 24 HORAS

- Esvaziar toda a bexiga, anotando o dia e a hora desta micção.

- Coletar toda a urina a partir desse momento, até o dia seguinte, sem perder nenhum material, conservando sempre em geladeira até o envio ao laboratório.

- Importante: A exatidão do resultado depende da entrega de toda a amostra de urina de 24 horas ao laboratório.

- Evitar coletar a amostra em dias nos quais haja mudança de hábitos (Ex.: dieta, exercícios físicos, etc.).

- Não ingerir bebidas alcoólicas durante o período da coleta.

- Exemplo: às 8 horas da manhã esvaziar a bexiga. A partir daí coletar o material, no frasco fornecido pelo laboratório, até o dia seguinte às 8 horas da manhã, coletando inclusive até esta última urina. Encaminhar a amostra imediatamente ao laboratório.

URINA FINAL DE JORNADA

Para dosagem de: Ácido Hipúrico, Ácido Metil Hipúrico e Fenol Urinário

- Para a coleta deste material, o funcionário deve permanecer sem urinar por período igual ou superior a duas horas.

- Ao encerrar o expediente de trabalho, lavar bem as mãos com água e sabonete e urinar nos frascos fornecidos pelo Laboratório.

- As amostras devem ser encaminhadas imediatamente ao Laboratório.

- Em caso de impedimento na entrega da amostra de imediato ao Laboratório, refrigerar a mesma com posterior envio.

PSA

Jejum não obrigatório, mas ideal de 4 horas. Realizar a coleta PREFERENCIALMENTE antes de qualquer exame de manipulação da próstata.

Recomenda-se:

- Após ejaculação (relação sexual), aguardar 2 dias.

- Após exercícios físicos pesados (ex: cavalgada, bicicleta, musculação), aguardar 2 dias.

- Após uso de supositório, sondagem uretral ou toque retal, aguardar 4 dias.

- Após ultra-som transretal, aguardar 7 dias.

- Após colonoscopia, aguardar 15 dias.

- Após biópsia de próstata, aguardar 30 dias.

SANGUE OCULTO COM DIETA

- Nos 3 dias que antecedem a coleta das fezes, o paciente NÃO deve ingerir carnes em geral, vermelhas, peixes e embutidos; vegetais clorofilados, beterraba, banana, pêra, maçã, ameixa, ervilha, lentilha, rabante, nabo, couve-flor, brócolis; alimentos que contenham ferro; alimentos que contenham vitamina C, deve ter cuidado ao escovar os dentes para não sangrar a gengiva.

- O exame não deverá ser realizado em caso de sangramento nasal, menstrual ou proveniente de hemorroidas.

- Não utilizar medicamentos irritantes da mucosa gástrica como anti-inflamatórios, corticóides, aspirina, ferro e vitamina C.

- No quarto dia as fezes devem ser colhidas e enviadas ao laboratório.

- Coletar uma pequena porção de fezes frescas, sem uso de substâncias laxativas e sem contaminação da urina.

- Coletar em frascos de boca larga com tampa de rosca.

- Encaminhar ao laboratório no mesmo dia, ou no máximo, até o dia seguinte, desde que conservado em local fresco ao abrigo da luz.

- Não se deve adicionar substâncias conservantes à amostra de fezes.

SECREÇÕES FEMININAS

- Não fazer uso de creme e/ou óvulo vaginal nas 48 horas que antecedem a coleta.

- Não fazer uso de ducha vaginal e/ou lavagem interna nas 24 horas anteriores do exame.

- Aguardar 24 horas após realização de ultrassom transvaginal ou colonoscopia.

- Aguardar 48 horas do fim do período menstrual.

- A paciente deve estar em abstinência sexual por 3 dias.

- Não estar fazendo uso de antibióticos por 7 dias ou quimioterápicos.

A coleta deste material deve ser feita preferencialmente pela manhã, sem que a paciente tenha feito higiene íntima e que esteja há pelo menos 3 horas sem urinar.

Para pesquisa de Streptococus beta hemolítico em gestantes, realizado sob orientação médica ou entre a 35ª e 37ª semanas de gestação, não é necessário ficar sem urinar.

Para pesquisa de HPV – PCR – Captura Híbrida em pacientes que tenham feito tratamento com cauterização: aguardar 6 meses ou conforme orientação médica.

SECREÇÕES MASCULINAS

A coleta deste material deve ser feita preferencialmente pela manhã, sem que o paciente tenha feito higiene íntima e que esteja há pelo menos 4 horas sem urinar.

- O paciente não deve manter relação sexual por 48 horas anteriores a coleta.

- Não fazer uso de pomadas, antissépticos ou algum medicamento nas 24 horas que antecedem a coleta.

- Não realizar higiene íntima 8 horas antes da coleta.

- Após a realização de peniscopia ou exame digital aguardar 72 horas.

- Aguardar 7 dias após o fim do tratamento com antibióticos para a coleta.

SEROTONINA

- O jejum de 8 horas é obrigatório.

- NÃO devem ser ingeridos os seguinte alimentos nas 24 horas que antecedem a coleta: café, chá, mate, chocolate, refrigerante, abacaxi, ameixa, banana, berinjela, kiwi, manga, nozes, tomate, alimentos aromatizados com baunilha e bebidas alcoólicas.

- Medicação: de acordo com orientação médica, interromper o uso de inibidores da MAO, lítio, imipramina, mitildopa, paracetamol, morfina, naproxeno e reserpina.

SWAB ANAL - Enterobius vermicularis

Indicada para a pesquisa de ovos e até mesmo parasitos adultos de Enterobius vermicularis presentes na região anal e perianal. Outros ovos poderão ser ocasionalmente encontrados, tais como os de A. lumbricóides, T. trichiura e ovos de Taenia sp. A colheita do material deve ser feita pela manhã, antes do paciente defecar ou banhar-se.

- Preparar uma fita adesiva transparente, com a superfície gomada voltada para fora, sobre um tubo de ensaio.

- Fixar a fita adesiva ao tubo e colher o material nas regiões anal e perianal, pressionando firmemente o tubo de ensaio (tocar 2 a 3 vezes).

- Desprender a fita adesiva do tubo e colocá-la sobre uma lâmina com a face gomada voltada para baixo, tomando-se o cuidado de esticá-la bem, evitando a formação de pregas e bolhas de ar.

- Encaminhar o material ao Laboratório.

X Olá! Para iniciarmos a conversa, por favor escolha uma das opções abaixo:
Fale Conosco via WhatsApp